Dr. João Carlos de Albuquerque

Edição: Phablo Monteiro - Fonte: Arquivo Pessoal  Homenagem

 

Nascido e criado no ambiente restrito dos engenhos interioranos do século passado, o menino João Carlos, logo cedo, demonstrou sua acentuada inteligência, mercê de uma educação primorosa onde a rigidez daquela de cunho doméstico se antepunha às de caráter pedagógico, aliada aos ensinamentos cristãos da época.
 
Filho do Barão José Miguel de Vasconcelos e Dona Joana Saraiva de Albuquerque, o menino João Carlos, precocemente, começou a se interessar pelas coisas da medicina, carreira em que se formaria ano depois, numa demonstração elogiável de dedicação à controvertida curas dos males do corpo.
 
1879 foi o ano de seu nascimento, marcado pela próxima mudança do século XX, onde as invenções, o engenho do homem, transformariam o pacato ambiente provinciano em que vivia o garoto João Carlos.
 
A coroação das inclinações do jovem estudante, teve lugar em 1904, na Faculdade de Medicina da Bahia onde, depois de brilhante curso, colou grau na fascinante carreira que sempre o atraia.

Voltando a sua querida Atalaia, onde os festejos da chegada do “meu filho doutor”, bem depressa transformam o seu aprendizado em sacerdócio e em que, mais uma vez, foram realçadas sua inteligência e capacidade de trabalho.

Casamento seria o passo seguinte, para a consolidação dos laços familiares que o prendiam à terra amada.
 
Em 1909, sem fraseado comum das crônicas sociais, contraria núpcias com a prendada jovem da sociedade atalaiense, Dona Maria Amélia Cerqueira de Albuquerque, advindo desta união, abençoada por Deus, 17 filhos, entre homens e mulheres.

Destes 17 filhos que continuaram as tradições de sua importante famílias, podemos citar: Dr. João Carlos de Albuquerque Filho, herdeiro natural das responsabilidades de tão importante descendência e nome de real prestígio em nossos círculos industriais, agrícolas e sócias; Sra. Maria Hilda de Albuquerque Cotrim; Sra. Nair de Albuquerque Silva; Sra. Celina de Albuquerque Cotrim; Sr. José Cerqueira de Albuquerque; Sra. Maria Albuquerque de Melo; Sra. Armênia Cerqueira de Albuquerque; Sra. Aline de Albuquerque Tenório; Sra. Lenira Cerqueira de Albuquerque; Sr. Stelio Darci Cerqueira de Albuquerque e Sra. Maria do Perpétuo Socorro de Albuquerque Lopes.
Entre as inúmeras atividades do homenageado, verdadeiro patriarca alagoano, destaca-se: Prefeito de Atalaia, Senador e Deputado Estadual em várias legislaturas, professor de Matemática do antigo Liceu Alagoano, além de agricultor, senhor de engenho, plantador de cana, tendo possuído os seguintes engenhos: Urupema, Jardim, Riacho Preto e Jardim das Lages, este último, transformados numa das mais bela e produtiva fazenda do Estado, na época.
Dr. João Carlos de Albuquerque foi dedicado médico de quase três gerações, caráter integro de exemplar pai de família, político atuante, fazendeiro, homem integrado a sua terra, exemplar chefe de família, cuja tradição estende-se aos tempos atuais, através de seus descendentes.


Fonte: TEXTO em COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DO DR. JOÃO CARLOS - Atalaia, 03 de Junho de 1979

Mais Histórias