D. Armênia Cerqueira de Albuquerque

Edição: Phablo Monteiro - Fonte: ASMALU / CEPP  Homenagem

 

Natural de Atalaia, Armênia Cerqueira de Albuquerque nasceu no dia 27 de janeiro de  1921. É neta do Barão José Miguel de Vasconcelos e de Dona Joana Saraiva de Albuquerque. Seu avô, foi durante vários anos Presidente do Senado Estadual, ocupando de 03 a 12 de julho de 1909 o cargo de Governador do Estado de Alagoas.

Filha do Dr. João Carlos de Albuquerque e de Dona Maria Amélia Cerqueira de Albuquerque. Seu pai foi um renomado médico atalaiense, que foi Prefeito de Atalaia e Deputado Estadual por várias Legislaturas.

Foi a 16ª Diretora do Grupo Escolar Floriano Peixoto.

Uma grande mestra merecedora de homenagens pela sua dedicação à Educação atalaiense.

Fundou em Atalaia o pioneiro dos estabelecimentos particulares de ensino o Educandário Dom Ranunfo da Silva Farias, que posteriormente veio a se chamar Colégio Dr. João Carlos. Muitos atalaienses de sucesso foram alunos do Colégio Dr. João Carlos.

“Seu amor pelo Colégio era tão evidente que literalmente morava dentro do Colégio”, palavras do presidente da ASMALU Dr. Ronaldo Bernardo, durante a solenidade que a homenageou com a entrega da medalha de Mérito Dra. Maria Thereza de Medeiros Pacheco.

Durante o segundo mandato do Ex-Prefeito Chico Vigário, D. Armênia foi homenageada tendo seu nome colocado no prédio da Biblioteca da Indústria do Conhecimento SESI, localizado na Praça do mapa.

"Uma grande mulher, a qual torna-nos impotentes, em traduzir em palavras um pouco da vida pessoal e profissional que foi a querida e inesquecível "Dona Armênia".

Os que a conheciam e que puderam desfrutar de sua agradabilíssima companhia, certamente, lhe atribuiria o sinônimo chamado bondade. Pois, em relatos unânimes é feito um histórico saudoso, singelo e marcante de tudo o quanto foi e de tudo quanto dez em prol dos que de ti precisavam.

Seja na vida pessoal ou profissional, dedicava-se de forma exemplar, doando-se ao máximo e alegrando-se com os inúmeros sonhos que, pela contribuição da mesma, foi possível se chegar à realidade, pautando cada degrau de suas conquistas, pela ética, respeito, amor ao próximo e honestidade.

Certamente, seu empenho, carisma e humildade, lhes conferem um reconhecimento impar no âmbito educacional de Atalaia e entre toda sociedade que teve, tem e terá oportunidades de ouvir relatos e histórias do exemplo, determinação, garra e coragem de quem não apenas teve sonho, mas, de quem sonhou e acreditou que sonhos são possíveis de se realizar, tal como a feliz concretização do Colégio Dr. João Carlos". Texto retirado de homenagem feita pelo Centro Educacional O Pequeno Príncipe.

Dona Armênia faleceu no dia 07 de janeiro de 2015.

 

Mais Histórias