Bandeira, Hino e Brasão de Atalaia

Edição: Phablo Monteiro - Fonte: Atalaia, Último Reduto dos Palmarinos  Historia&Cultura

BANDEIRA DE ATALAIA

 

Como nossa cidade já possuía 200 anos de vida, o então Prefeito Zeca Lopes, um dos maiores prefeitos da historia de Atalaia, abriu concurso público, no ano de 1969 para a escolha do Hino e da Bandeira de Atalaia.

Segundo Informações do Livro da saudosa escritora atalaiense Vandete Pacheco, nossa Bandeira foi desenhada pelo estudante de odontologia Benildo Gusmão de Verçosa; é maceioense.

Nas cores preto, azul e branco a bandeira tem o seguinte significado: O preto – lembra a escravidão – fato principal da existência de Atalaia. O azul – lembra o céu. O branco – evoca a paz desejada por todos homens.

A bandeira é retangular e está assim dividida:

A metade esquerda é um grande retângulo azul natiê e a metade direita é subdividida em 5 retângulos menores em cores alternadas:  branco, preto, branco, preto, e finalmente branco. Sobre estes pequenos retângulos encontra-se o brasão desenhado por José de Alencar Monteiro, a pedido do Prefeito Zeca Lopes.

 

HINO DE ATALAIA

Ainda segundo informações do Livro Atalaia Último Reduto dos Palmarinos, da maior historiadora de nossa cidade, Vandete Pacheco, a letra do hino aprovada no concurso, foi de autoria de Celina Sampaio Ramos, natural de Bom Conselho – PE mas domiciliada e residente em Atalaia, onde lecionou por muitos anos no Jardim Infantil do Educandário D. Ranulfo. A música foi composta pelo maestro Artur Martins da Silva, atalaiense, Capitão da Policia Militar.

 

HINO DE ATALAIA

 

      Letra : Celina Sampaio Ramos

 

      Música: Artur Martins da Silva

 

 

Ó cidade feliz e orgulhosa

De Alagoas és lendária

Tens o rio Paraíba como adorno

És histórica e bi-centenária

 

Agraciada por campos floridos

Canaviais e verdejantes grotas

Altaneira viste erguer-se  a igreja

De Nossa Senhora das Brotas

 

                 Estribilio:

 

Salve Atalaia, e seu povo varonil

Atalaia, és também                               bis

Pedaço do nosso Brasil

 

Tiveste o nome Arraial dos Palmares

Vila Real de Bragança

Sentinela que acompanha o progresso

Vigilante, com fé e esperança

 

Nesta homenagem que te prestamos

Desejamos aos filhos teus

Paz, alegria e prosperidade

Sob as bênçãos de Deus.

 

Salve Atalaia...

 

BRASÃO DE ATALAIA

 

MEMORIAL  DESCRITIVO

 

Escudo Português clássico redondo terciado em faixas, sendo a primeira faixa cortada em dois campos de blau (azul) contendo no canto à destra uma moenda simbolizando a agroindústria e  usinas de açúcar;  no canto à sinistra uma cruz cristã que mostra a fé de seu fundador pela presença de Nossa Senhora das Brotas.

 Na segunda faixa em argenta (prata)  um colmo de cana-de-açúcar  segurado por uma mão branca e uma negra, símbolo da união do branco e do negro no progresso da cultura e da industria  do município.

Na terceira faixa em sinople (verde) uma faixa ondulada em prata, representando o Rio Paraíba. 

Acima a tradicional Coroa Mural  dos Municípios.

A Coroa Mural de prata é um ornato exterior do escudo e símbolo de soberania. Representa toda a evolução política e administrativa do município. A Coroa Mural  de oito torres, em metal prata é para cidades, sendo cinco torres à vista, e abaixo um listél em blau (azul) com números e letras  com o topônimo - ATALAIA, tendo como suportes ornamentais  à destra a figura do bandeirante que lutou contra os quilombos e deu origem à vila, e à sinistra, um colmo de cana-de-açúcar principal  cultura do município sobreposto pela figura de um quilombola cuja história de lutas pela liberdade propiciou o início  da povoação.

 

Projeto: Prof. Ezio Lima do Nascimento

 Design : Edmo Carneiro do Nascimento

 

Atalaiense Ilustres