Atalaia esteve representada no Encontro Estadual dos Agentes de Desenvolvimento realizado pelo Sebrae/AL

Edição: Phablo Monteiro - Fotos: Casa do Empreendedor Atalaia 30/05/2017 22:30  Cidade



Na manhã e tarde desta terça-feira, 30, os agentes de desenvolvimento André Vigário e Renata Miranda, representando a Casa do Empreendedor de Atalaia, estiveram participando do I Encontro Estadual dos Agentes de Desenvolvimento e Salas do Empreendedor em 2017, organizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Alagoas - Sebrae, com o objetivo de debater ações que estimulem a criação de um ambiente favorável ao empreendedorismo local. O evento foi realizado na sede do Sebrae Alagoas, em Maceió.

Além de Atalaia, outros 29 municípios compareceram ao encontro. Ao todo, 52 agentes de desenvolvimento puderam debater idéias e avaliar trabalhos em prol dos municípios alagoanos.

Na oportunidade foi apresentado um novo portfólio do Sebrae composto de ações, programas e projetos que o Sebrae oferece aos seus públicos prioritários, composto de cursos gratuitos e não gratuitos.

Também foi realizada uma palestra da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas - SEFAZ, objetivando fazer um acordo com todas as Prefeituras, para que em cada um delas possa ser implantado um posto de atendimento fiscal. Os serviços que serão ofertados neste posto de atendimento numa primeira etapa, serão emissões de DAR, IPVA, ITCD, ICMS, NFe Avulsa, NFC e CND. Numa eventual segunda etapa, serão ofertados serviços de parcelamentos de impostos de DAR, IPVA, ITCD e ICMS
   

"A intenção da SEFAZ é que todo município tenha um posto no qual preste todos os serviços que a capital e algumas cidades, como Viçosa, fazem. Isso é uma forma de desburocratizar e trazer para nosso empresários as facilidades do atendimento rápido, eficaz e tudo isso em nosso município", destacou a agente de desenvolvimento Renata Miranda.

O Agente de Desenvolvimento (AD) é uma figura criada pela Lei Complementar 128/2008, em alteração à Lei Geral da Micro e Pequena empresa (LC123/2006). Esse ator terá a atribuição de articular ações públicas para promoção do desenvolvimento local e territorial, mediante ações locais ou comunitárias, que visem ao cumprimento dos dispositivos e diretrizes previstos na Lei Geral, visando melhorar o ambiente de negócios para os pequenos negócios e estimular o empreendedorismo.

Notícias Relacionadas