Em Atalaia: ACS e ACE unem-se para cobrar o reajuste do piso salarial nacional

Edição: Phablo Monteiro - Fotos: Phablo Monteiro e Divulgação 20/06/2017 19:30  Cidade


Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) do município de Atalaia estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, dia 20 de junho, em caminhada pelas ruas da cidade, em uma manifestação alusiva à greve geral nacional da categoria, contra a atitude de descaso por parte do Governo Federal.   

“A situação é grave e a solução que todos os agentes estão vendo neste momento, é a greve. Parabéns a todos os ACS e ACE, por estarem neste momento de luta, juntos pelas ruas da cidade de Atalaia, participando da greve geral como uma forma de reivindicarmos o reajuste do piso nacional da categoria, que está congelado há três anos. Aproveitamos a oportunidade para manifestar também a nossa opinião contrária a reforma da Previdência e a Trabalhista, pois não podemos aceitar que nenhum direito seja retirado dos trabalhadores”, destacou o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Alagoas (SINDACS), Neto Braz.

O movimento de greve nacional acontece em todo o país, de forma descentralizada entre os Estados e Municípios. A greve foi convocada pela Federação Nacional de Agentes de Saúde e de Combate às Endemias (Fenasce), a greve tem como pontos centrais de sua pauta de reivindicação o reajuste do piso salarial nacional, que está congelado desde que foi criado, em 2014, e a formação de uma mesa nacional de negociação para discutir o piso e as demais demandas da categoria.

Em Atalaia, os trabalhadores se concentraram próximo ao Banco do Brasil e percorreram às principais ruas do município, encerrando as manifestações ainda pela manhã, na Praça do Trevo.

 

Notícias Relacionadas