Ações do ESF Branca II objetiva uma assistência humanizada no pré-natal

Edição: Phablo Monteiro - Fotos: Divulgação 04/10/2017 15:00  Cidade


A Estratégia Saúde da Família (ESF) Branca II, realizou nesta última quarta-feira, mais uma etapa do Circuito EU SOU SUS – PRÉ-NATAL, onde os profissionais da Saúde organizaram o “Dia G – Dia da Gestante”. “É um dia delas se cuidarem e de nossa equipe cuidar delas de uma forma mais holística possível”, destaca a enfermeira Mara Gabriela.

Na oportunidade, houve atualização das vacinas, das consultas médica, enfermagem e odontológica, testes rápidos, palestras sobre a importância do pré -natal para as gestantes do 1°trimestre e sobre o parto e cuidados no puerpério ao binômio mãe e filho, oficinas sobre troca de fraldas e cuidados com o coto umbilical e o tão esperado ensaio fotográfico. “Tiveram direito a maquiagem, penteados, arrumar as unhas e massagens. Um tratamento vip para as nossas queridas gestantes, pois elas merecem. Obrigada a todas as gestantes, a todos que tornaram essa ação em saúde mais produtiva”, comenta a enfermeira.

A ação tem o objetivo de realizar o acolhimento de mulheres gestantes, para que iniciem o pré-natal o mais cedo possível, já que nos primeiros três meses de gravidez tanto a mãe quanto o filho podem se tratar de diversas doenças a partir de exames como teste para HIV, diabetes e sífilis, entre outros, desenvolvendo uma gravidez sem riscos.

As gestantes estão sendo acolhidas por uma equipe interdisciplinar capacitada e composta por profissionais de diversos setores, recebendo um tratamento humanizado e compartilhando conhecimentos e experiências.

Com o trabalho que vem sendo desenvolvido, a Secretaria Municipal de Saúde garante a adequação de Atalaia ao Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento (PHPN), lançado pelo Ministério da Saúde em 2000. Esse programa incentiva as gestantes a buscarem o Sistema Único de Saúde (SUS) e estabelece que sejam realizadas, no mínimo, seis consultas: uma no primeiro trimestre de gravidez, duas no segundo e três no terceiro. Em todas elas, o médico deve medir a pressão arterial, o tamanho da barriga e o peso da futura mãe e também escutar o coração do bebê.

As atividades no Distrito Branca foram acompanhadas pelo secretário municipal de saúde, Juliano Montenegro, que parabenizou a toda equipe pelo empenho e dedicação com as gestantes. Essas ações proporcionam a elas um momento de descontração e de conhecimento sobre a importância de uma gestação saudável”, destacou. 

 

Notícias Relacionadas