Aulas de Karatê são ofertadas para crianças e adolescentes no CEPP

Edição e Fotos: Phablo Monteiro / Fonte: internet 10/10/2017 23:00  Cidade


Desde o último mês de agosto, crianças e adolescentes do município de Atalaia estão tendo a oportunidade de aprender o karatê, com aulas particulares realizadas no Centro Educacional O Pequeno Príncipe - CEPP. Apesar das aulas acontecerem no auditório do CEPP, não fica restrito a alunos dessa unidade de ensino, sendo extensivo à comunidade.

Inicialmente as aulas, ministradas pelo Sensei Pedro Melo, estão sendo realizadas nas segundas e quartas-feiras, no período matutino. O professor Pedro Melo é faixa preta 3º DAN CBK. Graduado em educação física, especialista na área de Shiai Kumitê, técnico da seleção sergipana de Karatê, diretor técnico da DOJÔ KUMITÊ e tem experiência de cursos e seminários com técnicos nacionais e internacionais..

“A pratica do karatê melhora a resistência física, fortalece ossos e músculos, melhora o foco e concentração, é bom para o coração e circulação, ajuda na coordenação motora e visual e ajuda a desenvolver a disciplina e perseverança”, destaca o professor, enaltecendo as qualidades de se praticar essa arte marcial.

O karatê tem raízes no Japão, mas é conhecida mundialmente porque ao mesmo tempo em que é uma grande ferramenta na defesa pessoal, também é um grande formador de caráter e disciplina. E quem não quer que o filho desde cedo aprenda a ter disciplina? Os pilares do karatê consistem em formar os seguintes valores: Disciplina, humildade, respeito e hierarquia.

Os valores aprendidos com a prática dessa arte marcial são os valores que são tão prezados em nossa sociedade cotidiana, afinal é necessária a disciplina e humildade seja na escola, em casa, na rua, no trabalho ou em qualquer lugar. O karatê auxilia as crianças a começar desde pequenas a conhecer a linha que divide seus direitos de seus deveres.

Os valores educacionais mais procurados nas aulas de karatê são:

Disciplina: Ao ingressar no karatê, a criança vai precisar aprender antes de tudo a obedecer ao professor. Essa obediência é de fundamental importância, pois assim ele aprende consequentemente a respeitar o seu superior, estabelecer limites em seu comportamento e respeitar as regras. A Disciplina também se faz presente no karatê ao saber quando é momento de brincar e quando é momento de falar sério e no momento de falar e de escutar. A criança também aprende disciplina ao tentar aperfeiçoar os movimentos ensinados.

Controle: Crianças gostam de brincar e extravasar energia. Algumas chegam até a ser consideradas hiperativas, e são essas que mais precisam do karatê para aprender a se controlar. Pela prática do karatê, a criança passa a ter mais controle sobre si própria, respeitando as regras do ambiente e controlando a euforia e agressividade, podendo canalizá-la para a prática da arte.

Encorajar a atividade física: A criança que começa na prática do esporte desde cedo tem tendência a ser um adulto que mantém a atividade física como uma prática diária. É também importante para a criança que ela não veja a prática dos esportes como uma atividade chata e tediosa, mas como algo bom e prazeroso.

Concentração: A concentração é um dos principais fatores que levam os pais a matricularem seus filhos em aulas de karatê. A falta de concentração é um problema comum entre crianças e afeta muito o seu rendimento em sala de aula. O karatê estimula a memorização e concentração por usar os katas (lutas imaginárias com direções e movimentos pré-determinados) e os treinos de concentração e de relaxamento.

Maiores informações: pelos telefones (82) 99309-0028 / 3264 – 1110 ou diretamente na Secretaria da Escola. 

 

Notícias Relacionadas