I Copa Dedezão de Futebol de Base reúne 280 jovens na cidade de Atalaia

Edição e Fotos: Phablo Monteiro 15/01/2018 08:00  Cidade



Entre os dias 11 e 14 de janeiro, cerca de 280 jovens futebolistas do Estado de Alagoas tiveram uma grande oportunidade de mostrarem que tem talento e qualidades. É que os empresários e treinadores de times de categoria de base, Dedé e Rubinho, organizaram na cidade de Atalaia a I Copa Dedezão de Futebol de Base.

Apesar de ser uma iniciativa privada, o evento contou com o apoio total da Prefeitura de Atalaia, através do Prefeito Chico Vigário e do secretário de esportes Aloísio Chulapa. A administração disponibilizou toda a estrutura do Estádio Luiz de Albuquerque Pontes (O Luizão) e dos campos da Comesa. A Prefeitura também deu suporte aos jovens atletas, cedendo Escolas para servirem de alojamentos, além da presença da Guarda Municipal e de uma ambulância presente nos jogos decisivos.

A competição reuniu times de cinco cidades do Estado (Atalaia, São Luiz do Quintunde, Messias, Maceió e Boca da Mata), que foram divididos em quatro categorias: a Sub 12, a sub 14, a sub 16 e a Sub 18. As partidas aconteceram no Estádio de Futebol O Luizão e no campo da Comesa. As finais de cada categoria foram realizadas na tarde deste domingo (14), no Estádio O Luizão. Os finalistas foram premiados com medalhas e troféu. O artilheiro e o melhor goleiro de cada categoria também foi premiado com troféu. O vereador de Atalaia, Quinho do Portão, um dos apoiadores do evento, participou da solenidade de premiação.

Com 20 anos de experiência em trabalhos com a categoria de base, Dedé destaca a importância de eventos como este. “Observando a importância de competições como esta sendo realizadas em outras cidades, em outros Estados, buscamos realizar esse evento em Atalaia para reunir esses jovens nesta Copa com o intuito de que alguns deles possam ser observados por equipes e tenham a oportunidade de seguir uma carreira no futebol. Destaco também o trabalho social que realizamos através das categorias de base, pois é mais uma oportunidade de tirar muitos desses jovens da ociosidade, evitando que sigam por caminhos errados”, destaca.

Questionado sobre o nível técnico apresentado pelos jovens atletas, Dedé destaca que muitos conseguiram se destacar. “É importante esse momento para ele, pois contamos com a presença de observadores técnicos. Sabemos que é rigoroso esse processo de seleção e normalmente em eventos assim saem um, dois ou três, mas o importante é que possibilitamos a eles essa oportunidade”.

“Agradecer ao prefeito Chico Vigário por nos ceder toda a estrutura do Estádio e também de quatro escolas e da sede do Serviço de Convivência para servir de alojamento. Agradecer a assistência que o secretário de infraestrutura, o João Eudes, nos deu. A Copa teve também o apoio do prefeito de Maribondo Leopoldo Pedrosa, do vereador Alexandre Tenório, Quinho do Portão, Ricardo Calheiros, Martoni Barros, Marcos Rebollo, Aloísio Chulapa e principalmente ao Júnior Vigário que sempre vem dando apoio a projetos como esse. Agradecer também a Guarda Municipal, agradecer a Secretaria de Saúde, através da diretora do Hospital, a Cida Melo que na final nos deu o suporte de uma ambulância. Também gostaria de agradecer ao Vinicius, a Érika e ao Erik que me ajudaram a conduzir o campeonato como mesário. Agradecer ao José e ao Pipoca, que são organizadores do Estádio e me deram um grande apoio. Agradecer também a arbitragem que foi composta pelo Tical, Ricardo, José, Tuta, Genival, Biquinho, Val e Luiz”, destacou Dedé, informando que no próximo ano tem a expectativa de contar também com equipes de Sergipe e Pernambuco.

Um dos observadores técnicos presentes na competição, José Augusto, o Zinho, ex-jogador profissional de futebol e que atualmente trabalha como observador, representando o Criciúma no Nordeste, destaca que o atual nível do futebol exigi mais seletividade para encontrar um grande talento. “Em eventos como este normalmente se destacam três ou quatro. Mas, já têm cinco nomes que estou observando mais de perto. São jogadores de qualidade em sua área de atuação no campo. Sempre procuramos observar aquele jogador que demonstra qualidade em seu passe e com um posicionamento bom”.

Na categoria Sub-12 a equipe campeã foi a do Menino de Ouro de Maceió, que também levou o título na categoria Sub-16. Na categoria Sub-14 o campeão foi o time do São Luiz, que também conquistou o título da categoria Sub-18.

 

Galeria de Fotos

Notícias Relacionadas