Prefeitura de Atalaia realiza mais uma distribuição de cestas nutricionais para gestantes e nutrizes

Edição e Fotos: Phablo Monteiro 06/02/2018 13:00  Cidade


A Prefeitura de Atalaia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou na manhã desta terça-feira (06), no Centro de Referência a Assistência Social (CRAS), a entrega de mais 362 cestas nutricionais do Programa de Complementação Alimentar, em parceria com o Governo de Alagoas.

Esta foi a terceira etapa da entrega das cestas nutricionais para gestantes e nutrizes do município de Atalaia, em situação de vulnerabilidade e insegurança alimentar. São 14 itens incluídos nas cestas, fundamentais para uma boa gestação e também para o combate à desnutrição dos recém-nascidos.

Desde que o programa foi retomado em Atalaia, em dezembro de 2017, através de articulação do Governo do prefeito Chico Vigário com a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), já foram distribuídas 1.086 cestas, contribuindo significativamente para a melhoria da qualidade de vida das gestantes e mães nutrizes até os seis meses de vida.

Na oportunidade, participaram da entrega o prefeito Chico Vigário, a primeira-dama Rosiane Vigário, o secretário de finanças Junior Vigário, a secretária de assistência social Crislannie Medeiros, a coordenadora do CRAS Meirelane Rodrigues e demais funcionários da Secretaria de Assistência Social.

Em seu pronunciamento, a secretária Crislannie Medeiros destacou a importância desse programa para as gestantes e nutrizes atalaienses. “É de suma importância para combater e minimizar as carências nutricionais com essa complementação alimentar, visando uma gestação e uma amamentação saudável, garantindo que dessa forma nossa população tenha mais saúde e qualidade de vida”, destaca a secretária, enfatizando ainda que o município vem trabalhando para proporcionar uma gestação tranquilha às mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Para o prefeito Chico Vigário ações como essa contribui para suprir carências dessas famílias. “Temos que parabenizar o trabalho de toda essa equipe da Assitência Social, pelo sucesso que vem sendo esse programa em Atalaia. Quem conhece Atalaia sabe das dificuldades que estamos enfrentando, mas temos lutado o máximo possível para conseguir melhorar o município. Quando se pega algo pronto, tudo fica fácil, mas quando se herda uma situação onde precisa concertar tudo, são grandes as dificuldades. Mas, vontade e dedicação temos tido e com a proteção do nosso Pai, de Deus, teremos ainda mais forças para continuarmos trabalhando”, comentou o prefeito.

O Governo Municipal vem trabalhando para aumentar o número de beneficiadas e o prefeito Chico Vigário acredita que a boa interlocução do município junto ao Governo pode contribuir para que isso ocorra o mais rápido possível. “Sabemos que existem os critérios, as próprias gestantes e nutrizes tem que se adequarem a determinadas condições, como estarem devidamente cadastradas no CadÚnico. Temos uma ótima parceria com o Governo do Estado, onde o Governo Renan Filho já nos ajudou e tenho certeza que continuará nos ajudando parra que nesses próximos três possamos conseguir muito mais para Atalaia”, concluiu Chico Vigário.

Para ter direito às cestas nutricionais, as gestantes e nutrizes devem estar inscritas no CadÚnico, o cadastro que controla o programa Bolsa Família, por exemplo, além de comprovarem o acompanhamento pré-natal e estarem com os cartões de vacinação em dia.

Grávida de seu segundo filho, a dona de casa Josefa, de 40 anos, moradora do Deus É Fiel, conta que a cesta nutricional vai servir de reforço na sua alimentação durante os próximos meses, além de ajudar a reduzir as despesas de casa.

“Enquanto o meu marido trabalha na usina, assume todas as despesas. Mas, ele não passa nem quatro meses trabalhando lá. Nesse momento difícil, se não fosse essa cesta como iríamos sobreviver? Já é uma ajuda muito grande e ficamos aliviados em saber que essa cesta vai nos ajudar não só durante a minha gestação, mas também enquanto estiver amamentando. Vou poder me alimentar melhor enquanto estiver amamentando. É uma ajuda muito grande e agradeço a Deus, ao prefeito e ao Governador por isso”, lembrou a gestante.

 

Notícias Relacionadas