Aula de Fitness leva animação para Grupo da Terceira Idade do município de Atalaia

Edição e Fotos: Phablo Monteiro 14/03/2018 14:00  Cidade


O grupo Vivendo Melhor na Terceira Idade, organizado pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do município de Atalaia, vem mostrando a cada dia que a figura tradicional do idoso caseiro e sedentário, não faz mais parte de suas realidades. E, para comprovar que é possível envelhecer com qualidade de vida, esses senhores e senhoras, além das atividades semanais no CRAS, estão tendo um aulão de fitness ao ar livre, uma vez ao mês. A aula desta quarta-feira (14), ocorreu na Praça do Mapa.

São alunos de 60 a 80 anos, que se divertem ao som dos animados ritmos das aulas do professor Brício Guimarães. Segundo o professor, o objetivo da aula é ajudar na manutenção dos movimentos básicos dos idosos, como caminhar, levantar, subir escadas.

Antes da dança, todos participaram de uma um momento de oração comandado pelo professor Marcos André e depois de alongamentos com o professor Esmeraldo Júnior.

Quem esteve acompanhando e participando de uma parte das atividades ao lado dos idosos, foi a secretária municipal de Assistência Social, Crislannie Medeiros, que destacou a importância de realizar essas atividades ao ar livre.

“Gostaria de agradecer a equipe do CRAS por desenvolver com tanto empenho essa atividade, que foi uma proposta solicitada por todos os idosos no nosso primeiro encontro em janeiro. Para eles, poder sair da sede do CRAS e desenvolver suas atividades em outros locais da cidade, é uma oportunidade de mostrar a sociedade o quanto são importantes e merecedores da nossa admiração, do nosso respeito”, destacou a secretária.

A coordenadora da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do município de Atalaia, professora Rosa Gomes, também esteve presente na atividade, com o objetivo de reforçar a parceria da Educação com a Assistência Social, para ofertar turmas da EJA para os integrantes do grupo.

“Temos que cada vez mais aprimorar o nosso conhecimento e com essa oportunidade deles se tornarem alunos EJA, terão a oportunidade de estudar mais, de aprender mais sendo acompanhados por um professor. Serão matriculados regularmente como alunos da Escola Jabes Francisco, mas com essa turma funcionando na sede da Secretaria de Assistência Social”, comenta Rosa Gomes.

Galeria de Fotos

Notícias Relacionadas