Assistência Social inicia recadastramento de famílias atalaienses que constam em lista enviada pela CAIXA

Edição e Fotos: Phablo Monteiro 17/04/2018 18:30  Cidade



Seguindo entendimento definido em reunião do dia 04 de abril de 2018, na Procuradoria da República em Alagoas, a Prefeitura de Atalaia, através de sua Secretaria de Assistência Social deu inicio na manhã desta terça-feira (17), ao atendimento das famílias vitimadas pela enchente de 2010 e que são candidatas a uma casa no Conjunto Habitacional Deus É Fiel.

A equipe da Secretaria está promovendo o recadastramento dessas famílias, que já foram cadastradas em 2013 e que se encontra presente na lista enviada pela CAIXA Econômica Federal. Essa lista foi amplamente divulgada, sendo fixada na sede da Prefeitura de Atalaia, da Assistência Social, do Ministério Público, do Fórum, em veículos de comunicação local e no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Alagoas.

O período de recadastramento dar-se-á entre os dias 17 de abril de 2018 a 09 de maio de 2018, nos horários das 08 horas às 13 horas. O atendimento foi dividido por letras iniciais dos nomes dos possíveis beneficiários: 17/04 (A,B e C); 18/04 (D,E e F); 19/04 (G, H e I); 20/04 (J, K e L); 23/04 (M); 24/04 (N, O e P); 25/04 (Q, R e S); 26/04 (T, U e V); 27/04 (W, X e Y). Do dia 30 de abril ao dia 09 de maio, serão realizados atendimentos dos retardatários.

Os candidatos deverão estar munidos dos seguintes documentos: Dois números de telefones para contato, cópia do documento oficial com foto do titular da inscrição e do conjugue e ou do companheiro e cópia do CPF do titular da inscrição e do conjugue e ou companheiro.

Ao município de Atalaia só caberá fazer o recadastramento, através do atendimento dos eventuais cadastrados que compareceram ao chamamento público, procedendo a verificação dos requisitos para participação no programa. Em havendo dúvida sobre a condição de beneficiário das pessoas relacionadas na lista, a Secretaria de Assistência Social irá realizar a visita social e tomará a adoção de todas as providências para a verificação da situação de vulnerabilidade social e de vitima da enchente. Após esse recadastramento, caberá a CAIXA Econômica Federal avaliar se os cadastros serão beneficiários ou não.

O candidato que não comparecer ao período de recadastramento, ficará entendido como que não possui mais interesse na aquisição de uma das 520 casas do Conjunto Habitacional Deus É Fiel.

Uma nova reunião foi designada para o dia 16 de maio, na sede da Procuradoria da República em Alagoas, onde os resultados dos trabalhos serão apresentados.

 

Notícias Relacionadas